Esportes e saúde mental

Esportes e saúde mental: entenda a relação

A prática regular de atividades físicas traz inúmeros benefícios para o corpo, auxiliando na prevenção e tratamento de doenças, como a hipertensão, a obesidade e a diabetes. Segundo especialistas, a inclusão de exercícios na rotina é recomendada para qualquer faixa etária. O importante é escolher um esporte que seja prazeroso e manter a periodicidade da prática.

As vantagens vão além dos reflexos positivos no corpo. Ao nos exercitarmos, o organismo libera uma substância chamada endorfina, que auxilia no relaxamento, além de reduzir o estresse e a ansiedade. Também conhecida como hormônio da alegria, a endorfina ajuda a melhorar o humor, aumentando a sensação de bem-estar durante e após a prática esportiva.

Saiba mais sobre a relação entre esportes e saúde mental, a seguir.

Prática de esportes e saúde mental: conheça os benefícios

Menos estresse, mais bem-estar

Já se sentiu leve e mais bem disposto após um treino intenso? Há explicações científicas para nos sentirmos assim! Pessoas fisicamente ativas têm menos chances de desenvolverem transtornos de humor, como a depressão.

Isso acontece em função da produção de endorfinas. Tais hormônios nos deixam mais otimistas e animados, já que são geradores de bom humor. Além disso, a prática regular de esportes reduz os níveis de hormônios do estresse no organismo, trazendo benefícios diretos para a saúde mental.

Qualidade do sono

Dormir bem é essencial para quem deseja cuidar da saúde mental. E, para garantir uma boa noite de sono, nada melhor do que praticar esportes. Isso porque a atividade física auxilia no relaxamento e faz com que o paciente adormeça mais rápido e atinja níveis mais profundos de sono, de forma mais fácil.

Enquanto dormimos, o corpo realiza funções importantes, como a reparação de tecidos, a consolidação da memória, o fortalecimento do sistema imunológico, além da secreção e liberação de hormônios. Por isso, é tão importante dormir bem.

Liderança e autoconfiança

Além das transformações no organismo, os exercícios auxiliam em mudanças comportamentais significativas. Entre as habilidades sociais desenvolvidas por meio da prática de esportes coletivos está a liderança.

Ao fazer parte de uma equipe, os atletas aprendem a treinar, ganhar e perder juntos, dividindo responsabilidades e méritos. Esse espírito de equipe comumente é levado ao ambiente profissional e social, fortalecendo características como a liderança e a proatividade.

Outro benefício importante para a saúde mental é o aumento da autoconfiança. Nos esportes, os praticantes são constantemente motivados a se superar. Ao evoluir e alcançar metas pessoais, o paciente tende a se sentir mais seguro, com melhora da autoimagem e, consequentemente, da autoestima.

Saia do sedentarismo!

É comum que as pessoas usem a correria do dia a dia como justificativa para não praticar esportes. Porém, deixar de ser sedentário pode ser mais simples do que se imagina. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), com pouco mais de 20 minutos diários de atividade física moderada, é possível atingir a média recomendada pela entidade, de 150 minutos semanais.

Ao escolher um esporte, opte por modalidades com as quais você tem afinidade, principalmente se não estiver acostumado a praticar exercícios. Isso contribuirá para que você se mantenha motivado, aumentando as chances de inclusão da prática em sua rotina. Estipule metas e aumente, pouco a pouco, o tempo de duração das atividades e a intensidade dos exercícios.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Lucas do Rio Verde!

Comentários

Posted by Dra. Michelle Teixeira