estresse

10 sinais de estresse

O estresse é um grave problema de saúde pública. Com uma rotina cada vez mais repleta de compromissos e o excesso de responsabilidades, essa condição está afetando um grande número de pessoas.

Você sabe identificar quando você está ficando estressado? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, listamos alguns dos sintomas associados a esse problema.

1) Acne

A acne é um dos sintomas físicos de estresse mais fáceis de observar. Isso porque, quem está estressado tende a tocar o rosto com frequência, espalhando bactérias que contribuem para a formação das espinhas e cravos.

Além disso, há uma forte relação entre acne e níveis elevados de estresse. Uma das razões para tal é o enfraquecimento do sistema imunológico, facilitando a ação dos microrganismos, obstruindo os poros e ocasionando a espinha.

2) Ansiedade

Geralmente, quem está estressado, consequentemente, torna-se muito ansioso. Isso ocorre porque, quando necessitamos realizar alguma atividade sob efeito de estresse, os neurônios do hipotálamo enviam sinais para a amígdala, aumentando a produção dos hormônios cortisol e adrenalina.

3) Irritabilidade

A irritabilidade é uma resposta do organismo para nos defender ou preservar o equilíbrio saudável do nosso organismo. Porém, uma pessoa estressada tende a se sentir irritada com mais facilidade.

4) Dor de cabeça

Um evento estressante pode preceder o desenvolvimento de cefaleias crônicas. A relação está na preocupação excessiva, que deixa o indivíduo paralisado em um mesmo padrão de raciocínio, causando fadiga mental e provocando dores de cabeça.

5) Dores crônicas

As dores crônicas também podem resultar dos níveis de estresse. Existem estudos que apontam uma relação entre a elevação dos níveis de cortisol e a dor crônica. Quem sofre com fibromialgia, por exemplo, tende a ser mais estressado

6) Gripes constantes

Estar sempre gripado ou com o nariz escorrendo pode ser um indicativo de alto nível de estresse. Isso porque a condição pode prejudicar o sistema imunológico, nos deixando mais suscetíveis a infecções.

7) Insônia

O estresse é uma das principais causas de alteração no padrão do sono, ocasionando a insônia. Existem estudos que apontam que níveis mais elevados de estresse relacionado ao trabalho estão associados ao aumento da sonolência e inquietação na hora de dormir.

8) Diminuição da libido

A recorrência de episódios estressantes pode interferir diretamente no desejo sexual. As pessoas estressadas experimentam menos excitação quando comparadas a pessoas saudáveis. 

9) Problemas digestivos

Diarreia, gastrite, úlcera e constipação são problemas digestivos que podem ser causados por altos níveis de estresse. A resposta tende a ser ainda pior em quem já sofre com síndrome do intestino irritável ou doença inflamatória intestinal.

Ainda, quanto maior o tempo que uma pessoa convive com esses problemas digestivos causados pelo estresse, mais o problema se agrava.  Por isso, se você sofre com dores estomacais sem causa aparente, procure um psicólogo.

10) Mudanças no apetite

Em eventos estressantes, é comum que ocorra uma mudança brusca no apetite, aumentando ou diminuindo a fome. O estresse provoca alterações químicas no organismo e pode ter relação com a obesidade, pois aumenta os níveis de grelina, hormônio responsável pela sensação de fome.

Então, se você apresenta alguns desses sintomas, esteja atento, pois podem ser causados pelo excesso de estresse. Portanto, caso suspeite de sinais relacionados a essa condição, procure um psicólogo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Lucas do Rio Verde!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp