fobia social

Timidez e fobia social: Qual é a diferença?

Sentir-se deslocado e desconfortável em lugares desconhecidos é uma situação comum, pois a insegurança é um sentimento ao qual todos estamos suscetíveis. O problema está em, por não querer lidar com essas situações, abrir mão de vivê-las, o que pode indicar um quadro de fobia social.

Contudo, quais as diferenças entre a timidez e essa fobia? Para conhecê-las, não deixe de ler este post. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber a respeito do tema.

O que é timidez?

A timidez é definida como um sentimento de apreensão ao lidar com novas situações ou pessoas. As pessoas tímidas estão mais preocupadas com a opinião de terceiros sobre suas decisões e atitudes.

Assim, se esforçam ao máximo para evitar situações sociais, pois não querem se sujeitar aos comentários de outras pessoas. A timidez é um sentimento natural e presente em todas as pessoas. Porém, também pode ocorrer em função da educação ou de experiências passadas.

Por exemplo, indivíduos que tenham sido emocionalmente atormentados na infância em decorrência do abuso ou de conflitos familiares estão mais sujeitos a apresentar medo de interações sociais, o que resulta na timidez.

O que é a fobia social?

Diferente da timidez, a fobia social é um quadro grave, podendo ser definida como uma sensação de medo extremo que é experimentada por uma pessoa ao se relacionar socialmente, em função do medo de ser julgada ou rejeitada pelos outros.

Ainda, quem sofre com essa fobia tende a ter a autoestima baixa e está sempre incomodado sobre suas interações com as pessoas. Além disso, a fobia social pode ser desenvolvida ou crônica. No primeiro caso, é uma situação natural, experimentada pelas crianças.

Contudo, à medida que crescem, aprendem a lidar com esses sentimentos. Caso o medo persista na vida adulta, o problema se torna crônico, o que exige tratamento com um especialista em saúde mental.

Ademais, existem algumas situações que são consideradas como gatilhos para a fobia social, tais como, falar em público, performar em palcos, ser o centro das atenções, sofrer alguma crítica, comer em lugares públicos e fazer provas importantes.

Quais as diferenças entre os dois quadros?

A principal diferença entre a timidez e a fobia social está na resposta à seguinte pergunta: você se sente bem como está ou o medo de se expor tem afetado sua qualidade de vida, fazendo com que deixe de fazer e viver muitas coisas?

Se você está bem, tudo indica que sofra apenas com a timidez natural de todas as pessoas. Porém, se esse sentimento tem gerado maiores transtornos e você está deixando de viver novas situações, provavelmente estamos falando de fobia social.

Ainda, é possível afirmar que a timidez é um tipo de fobia social, só que mais intensa. Além disso, a fobia causa um grande incômodo e ansiedade, o que não ocorre com pessoas tímidas. A intensidade do medo de enfrentar situações sociais é a principal diferença entre as duas condições.

Por outro lado, o principal ponto em comum entre os dois quadros é a possibilidade de serem superados e terem seus desconfortos aliviados. Para isso, o paciente precisa se dedicar e contar com a ajuda de especialistas em saúde mental.

Enfim, a timidez e a fobia social são duas condições que dependem apenas da vontade do indivíduo para serem superadas. Portanto, caso você seja tímido ou tenha um medo exacerbado em se expor, busque a orientação de um psicólogo ou psiquiatra.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Lucas do Rio Verde!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp