hipocondria

Hipocondria: Sintomas, causas e tratamentos

Diferente do que muitos imaginam, a hipocondria não é uma condição associada ao consumo abusivo de medicamentos. Embora seja um termo conhecido pela população, poucos realmente sabem o que significa ser hipocondríaco.

Por isso, preparamos este post. Nas próximas linhas, explicaremos as características desse paciente, as causas e as possibilidades de tratamento para a doença. Então, se você tem interesse no tema, continue a leitura.

O que é hipocondria?

Trata-se de um transtorno psiquiátrico que se caracteriza pelo medo constante e irracional de um indivíduo em ter uma doença grave, mesmo sem ter consultado um médico para confirmar o diagnóstico.

Ainda, a hipocondria é uma condição diretamente associada ao profundo medo da morte. Assim, a presença de um mal-estar é capaz de provocar ansiedade no paciente. Por isso, os sintomas desse transtorno são semelhantes aos de um quadro de ansiedade.

Ademais, a hipocondria é uma doença psicossomática na qual conflitos psíquicos provocam sintomas reais. Embora não exista, de fato, uma doença, o paciente sofre com as características da patologia.

Quais são os sintomas?

Os pacientes hipocondríacos apresentam sintomas comportamentais. Entre os mais comuns, podemos citar:

  • preocupação permanente com a possibilidade de ter ou de adquirir uma doença grave;
  • medo de perder a memória, sendo mais comum em idosos;
  • associação de sintomas comuns com patologias mais sérias;
  • estar sempre em sinal de alerta sobre a sua saúde;
  • sentir sintomas após a leitura de informações sobre doenças;
  • acreditar que possua o diagnóstico de um quadro grave, mesmo sem a presença de sintomas;
  • não confiar no diagnóstico negativo de médicos e no resultado de exames;
  • preocupação permanente com uma doença quando ela é recorrente na família;
  • estresse constante provocado pela certeza de portar uma patologia grave;
  • marcação contínua de consultas médicas ou evita procurar profissionais de saúde com medo de receber a confirmação;
  • está sempre falando sobre doenças, sintomas ou medo da morte;
  • busca contínua por informações referentes a condições médicas;
  • evita pessoas, atividades ou lugares que entenda como favoráveis ao contágio ou desenvolvimento de doenças.

Quais são as causas?

A hipocondria é uma condição provocada por diferentes fatores, o que impossibilita a especificação de uma causa única. A preocupação exacerbada com doenças pode ter relação com o desejo de chamar a atenção dos familiares, principalmente se o indivíduo é negligenciado por eles. 

Em alguns casos, experiências negativas e traumáticas na infância, histórico familiar de patologias graves ou o falecimento de pessoas próximas em função de uma doença são considerados fatores de risco.

Existe tratamento?

O tratamento atua em diversas frentes. Primeiro, o paciente recebe orientação sobre a inexistência de uma doença grave e sobre os prejuízos que a automedicação e a realização excessiva de exames causa.

Posteriormente, o paciente precisa realizar acompanhamento psiquiátrico e psicoterápico. Neste sentido, a abordagem mais apropriada é a terapia cognitiva-comportamental (TCC) que visa ajudar o paciente a retomar outras áreas da sua vida, como o trabalho e relacionamentos sociais.

Além disso, a psicoterapia permitirá que ele interprete os sintomas com menor preocupação, ensinando o paciente a lidar com o sentimento. Em alguns casos podem ser prescritos antidepressivos ou ansiolíticos.

Portanto, a hipocondria é uma doença séria, mas passível de tratamento e cura. Caso você conheça alguém que manifeste sintomas comuns a esse quadro, oriente-o sobre a necessidade de buscar auxílio de um profissional.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Lucas do Rio Verde!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp