transtornos alimentares

Quais são os transtornos alimentares?

Conhecidos por grande parte da população, os transtornos alimentares representam riscos à saúde. Entretanto, poucas pessoas conhecem os muitos transtornos que existem. 

Se esse é o seu caso, preparamos este post especialmente para você. Nele, explicamos os principais pontos a respeito dos transtornos alimentares. Então, caso queira saber mais sobre o assunto, continue a leitura.

O que são transtornos alimentares?

Trata-se de um distúrbio mental que tem como principal característica a manutenção de hábitos alimentares que prejudicam não só a saúde emocional dos pacientes, mas também a física. 

Além disso, o diagnóstico é comum durante a adolescência e no começo da vida adulta. Nesse sentido, geralmente, uma doença pré-existente acaba desencadeando o problema, como por exemplo a ansiedade e depressão.

Além disso, outros fatores são gatilhos para o aparecimento dos transtornos. São eles:

  • sentimento de culpa ao se alimentar;
  • pressão social para ter um corpo perfeito;
  • culto excessivo ao corpo;
  • alterações hormonais;
  • maus hábitos alimentares;
  • baixa autoestima;
  • uso de drogas;
  • distúrbios emocionais.

Quais são os transtornos alimentares mais comuns?

Existem diferentes transtornos alimentares, mas nem todos são comprovados pela Medicina. A seguir, separamos os quadros que são mais diagnosticados e que são considerados pela comunidade científica.

Bulimia

A principal característica da bulimia é a alimentação excessiva seguida de vômitos forçados, uso de diuréticos, realização de jejum e exercícios em excesso. Ademais, para tratá-la, a psiquiatria é a especialidade mais indicada, através da terapia cognitivo comportamental.

Anorexia Nervosa

A anorexia nervosa é um transtorno no qual o paciente sempre enxerga o seu corpo como se estivesse acima do peso, mesmo que esteja claramente magro. Assim, evitam a ingestão de qualquer alimento.

A psicoterapia é a principal forma de tratamento. A partir dela, será possível mudar o comportamento alimentar e a maneira como o paciente se enxerga. O uso de medicamentos e o acompanhamento nutricional também ajudam a obter melhores resultados.

Vigorexia

A vigorexia é uma condição em que o paciente se percebe com menor força muscular do que realmente está. Assim, está sempre praticando exercícios físicos para melhorar sua aparência. Além disso, o tratamento consiste em acompanhamento psicológico e nutricional, realização de terapias, uso de medicamentos para controle da ansiedade e envolvimento familiar.

Ortorexia nervosa

A ortorexia nervosa se caracteriza pela obsessão pela saúde alimentar, qualidade dos alimentos que ingere e pela pureza da dieta. Então, o paciente consome, exclusivamente, alimentos que estejam livres de agrotóxicos, sem componentes transgênicos ou artificiais.

Transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP)

A TCAP é um distúrbio semelhante à bulimia, se diferenciando apenas pelo não uso de laxantes e diuréticos. Por isso, os pacientes costumam ingerir grandes quantidades de alimentos em curtos períodos de tempo.

Assim, no caso do transtorno da compulsão alimentar periódica, o tratamento consiste no uso de medicamentos antidepressivos, sessões de terapia cognitivo comportamental e acompanhamento nutricional.

Lidando com os transtornos alimentares

Enfim, os transtornos alimentares são uma condição grave e que exige acompanhamento médico. Nesse sentido, a psiquiatria é a especialidade que oferece o melhor tratamento. Portanto, caso sofra com o quadro, procure um profissional de saúde mental.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Lucas do Rio Verde!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp